Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de julho de 2015

o medo é o último sentimento a desaparecer ( e às vezes nunca desaparece)





imagem da internet


Dependendo da intensidade do sofrimento durante a vida, a pessoa pode vir a deixar de amar e respeitar alguém com quem conviveu num ambiente impregnado de medo permanente. Com o tempo, acaba o amor, acaba o respeito por essa pessoa, mas há um sentimento que persiste, mesmo depois que o malfeitor já tenha morrido. 

O medo é algo que fica gravado a ferro e fogo, cuja cicatriz ainda dói a cada vez que é tocada.

Morre-se com ele.

Por isso é bom crer que há reencarnação e um certo livre arbítrio para que, ao pagar nossas pendências numa próxima vida, possamos escolher não deparar com quem nos feriu profundamente. 

Nenhum comentário: