Total de visualizações de página

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Tirei o bode da sala










"Tudo é relativo", sábias palavras de Einstein.

Acabamos por nos conformar (não é o mesmo que nos acostumar) a situações inusitadas e difíceis, muitas vezes acompanhadas de dor física, para não falar do efeito no "astral" que nem sempre é dos melhores..

Mas hoje aconteceu algo dentro da situação toda que já trouxe um certo alívio: estou começando a experimentar um andador e larguei as muletas num canto. Bem melhor o andador em vários aspectos. Além de eu ter apoio em 4 pontos ainda posso considerar o meu pé esquerdo o 5o. ponto, fico a uma altura do chão mais confortável, já que com muletas sempre nos sentimos como acrobatas amadores, sujeitos a um tombo do alto, o que seria fatal para minha recuperação. Tenho tido um cuidado extremo para que não leve esse tombo. Com o andador tudo fica mais facilitado e canso menos. 

É bem como a história do bode na sala. A sala (condição atual de vida) continua a mesma, mas tirei o bode e coloquei um animal menos selvagem: o andador! Deus me ajude!!!

Nenhum comentário: